JPEG

Actividades relacionadas com fotografia
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  
JPEG Actividades relacionadas com fotografia JPEG
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Tópicos similares
Últimos assuntos
» Kit Transformador AC referência ACK-E15
Qua Dez 04, 2013 4:32 pm por adalpt

» ola amigos
Qua Jun 12, 2013 7:52 pm por Tierri

» Vendo bolsa para objectiva Case Logic 15e
Dom Dez 30, 2012 4:30 pm por ineshilariog

» Olá, pessoal...
Sab Dez 08, 2012 2:16 am por U20COSASCO

» Festa de Natal
Sex Nov 16, 2012 10:30 pm por Brutoon

» WildThing - Barcelos
Dom Abr 01, 2012 12:44 pm por WildThing

» Fábio Martins
Seg Out 24, 2011 11:27 pm por PhabioMartins

» Daniel Santos.
Qua Set 21, 2011 6:26 pm por Daniel Santos

» Sigma 70-300 mm f4-5,6 APO DG Macro para Canon
Dom Set 11, 2011 8:46 pm por mariograciosa

Parceiros
Março 2019
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031
CalendárioCalendário

Compartilhe | 
 

 Como tudo começou...

Ir em baixo 
AutorMensagem
TattooDevil
Só fotográfo ao fim semana
Só fotográfo ao fim semana
TattooDevil

Masculino
Número de Mensagens : 470
Idade : 41
Localização : NeverLand
Emprego/lazer : Fotografar
Humor : Pouco e mau
Data de inscrição : 01/02/2008

MensagemAssunto: Como tudo começou...   Ter Fev 26, 2008 7:31 pm

Bem, no fundo acho que seria interessante a malta desatar para aqui numa de nostalgia e partilhar o nascimento e desenvolvimento da sua relação com a fotografia...

Posso começar eu, claro.

Ora... com uns 7 anitos o velhote lá apareceu lá em casa com uma Kodak Instamatic tipo esta:...

Sendo a minha familia de origens bastante humildes, aquilo era tipo "tesouro" apenas utilizado "em dias de festa".

Eu era sempre o fotografo oficial. E acho que no fundo tudo começou aí...
Ah e numa bela tarde em que "queimei" um rolo a fotografar a minha irmã e uma amiga... e mais umas "coisas" estranhas que todos diziam ser "fotos á sorte!"... ou azar neste caso, dado a sova que me valeu a proeza. Por isso digo que isto é uma arte dolorosa eheheh

Eu era daqueles putos bizarros que passavam a vida a ver a RTP2 (gosto de pensar que não era o único) com aqueles documentários quase sempre a p&b, os programas mais ou menos "artisticos", cinema "alternativo"(eles faziam o que podiam ou sabiam), etc... e mais tarde quando tinha "idadezita" e uns trocos, lá ia ao cinema sempre que podia...

Acho que o bicho da fotografia foi alimentado pela paixão pelo cinema, sem duvida... e cada vez mais revejo essa influencia na minha forma de fotografar...

Como já disse num outro topico, e outra vez o meu "velhote", encontrou uma reflex Minolta esquecida num muro perto de uma praia qualquer numa ilha francesa, Corsega. Fiquei encantado cheers

Agora é que ia ser!! Pois, mas saía tudo queimado, etc... um desastre.

Lá procurei uns livros sobre o assunto, umas conversas numa lojita a chatear um velhote (que descanse em paz) que me deu as primeiras bases sobre iso, filmes, velocidade/abertura, etc...

Depois fui praticando e com o tempo já fazia "uns bonecos".

E sempre com filme p&b. Gostava de usar Ilford 400, Ilford FP4+, TMAX 100 e 50, etc... Lá fazia umas coisas a cores sempre com Velvia, mas o mundo colorido pouco me dizia.

Nesta fase (entre os 12 e 18 anos) andava eu a levar com horas de cinema europeu, do mais bizarro possivel... e gramava aquela cena á brava. Eram filmes de 3 horas, sem legendas... e eram russos, italianos, franceses, etc, sei lá... e tudo a p&b. Claro que tambem seguia o cinema "normal", mas tinha gostos muito "particulares". Sei que nunca tinha problemas com filas ou salas cheias nem "putos" a falarem durante a sessão, etc.
E veio tambem a musica, sempre "diferente"; vieram os livros (Balzac, Tolstoi, Kafka, Miller, Dostoievski, Pessoa, Baudelaire, Steinbeck, etc), sempre a par com a fotografia...

Tive acesso a aprender o processo de revelar as fotos que ia fazendo... foi um periodo fabuloso...

Depois por imensos motivos, deixei a fotografia durante uns bons anos...

Até que um dia me ofereceram uma Canon formato APS... com zoom, e as caracteristicas desses rolos "engraçados". O bichinho voltou...

As primeiras digitais estavam por aqui e comprei uma Pentax compacta... só para fotografar os putos e tal.

De repente mal podia esperar para ter uma reflex... digital, pelos motivos que todos conhecemos.

Mas antes disso comprei uma Sony H1, uma bridge. Não tinha a mesma piada que o filme, mas era engraçada e tinha bastante controlo sobre o fazia... fotografava sempre em modo Manual, para compensar as limitações do "animal" eheheh

Entrei para o conhecido site Olhares, e a partir daí foi sempre a "clicar".

Actualmente uso uma Canon 400D... e podem ver o que vou fazendo no canalfoto.org ou na minha galeria no Olhares.

Faço fotografia de autor. Nada contra quem fotografa moda, pub, etc... mas eu não fotografo para viver, nem saberia viver a fazer isso...

Vivo para fotografar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.olhares.com/tattoodevil
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: O meu começo...   Qui Fev 28, 2008 12:26 am

...foi com a maquineta do meu pai, uma canon super manual, com uma lente de 50mm em que era preciso calcular a distância e colocá-la na lente, tenho centenas de slides tirados pelo meu pai no ultramar com ela, isto em 1969/70.
Comecei a gostar realmente de fotografia nos Açores em 1991, com essa mesma maquineta do meu pai, cheia de fungos na lente e mossas no corpo de sucessivas quedas.
No Verão de 1992 comprei a minha primeira máquina, uma refelx usada, uma Pentax KM com um 50mm F1,8, custou 30 contos e gastei logo de seguida outros 50 contos numa lente generalista, uma Cosina 28-200mm, mais 20 contos num flash Unomat. Foi um brinquedo que me acompanhou meia dúzia d'anos para todo o lado, ainda 'fiz' dois ou três casamentos com ele. Hoje tenho pena de ter vendido essa relíquia ( a lente serviria para a minha Samsung em modo manual ), mas os 60 contos na altura deram muito jeito, não há condições para ter museus em casa...
Nunca passei de um daqueles fotógrafos amadores que só sabiam clicar até encher o rolo, às vezes tinha que ir juntando 5 e 6 rolos até ter dinheiro para mandar revelar no estúdio da esquina e finalmente ver a porcaria que tinha feito, não era mau, mas podia ser muitíssimo melhor, uma eterna insatisfação com os resultados, sempre conheci indivíduos que tiravam fotos muito superiores às minhas, mil vezes, amadores como eu, com material mil vezes melhor que o meu, por isso sempre soube qual o meu lugar..............
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Como tudo começou...
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Loja Hachioji Toy
» Olá todas
» XVI GPC Open - 2011 / Fotos.
» Pins Pirilampo Mágico
» hola, como chica nueva me toca presentarme

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
JPEG :: A Fotografia :: Conversa-
Ir para: